quarta-feira, 18 de janeiro de 2012

Ash - O rei da praia de Vilankulo


















Meu grande companheiro, confidente, amigo, filho, sei que como tu não vai aparecer mais nenhum...tu falavas sem palavras...
A minha angústia de há dois dias era uma premonição , contigo vai uma grande parte de mim de nós todos...
Eras da cor da areia da praia, os pescadores já te conheciam e apesar da tua imponência não fazias mal a ninguém, viveste livre e feliz, sabia que não te veria mais mas não esperava que fosses tão cedo.
Tu nadavas como ninguém, corrias atrás das gaivotas feito louco, ficavas horas a tentar apanhar os peixinhos nas piscininhas, eras alegre, comilão roubavas os pratos dos teus brothers,ahahaha
Quando eu ficava triste eras tu que me lambias a cara me confortando e limpando as lágrimas, quantas vezes não ias ao meu quarto e depois de veres que eu ainda dormia, deitavas-te e dormias aos meus pés..
Vilankulo sem ti para mim não faz mais sentido, eras o último laço que me ligava ...
Descansa em paz meu fiel amigo, jamais te esquecerei...
Não consigo parar de chorar....puta merda !!!!




                              




                                     



Ah se o meu cachorro soubesse falar
eu passaria horas com ele a conversar sobre a minha vida,
e ele,com toda paciencia,ficaria a me escutar,
e depois,num gesto amigo,me lamberia.

As noites de insônia não me atormentariam jamais,
pois discutiríamos sobre a beleza das estrelas no céu,
e outras cousas que não me recordo mais.
Não me importaria se fosse ele grande ou pequenino,
desde que dividisse um pouco de si comigo,
contando-me histórias sobre o universo canino.
E ao amanhecer,todo contente me falaria,
que melhor dono no mundo não existiria!

Além de falante o meu cão seria zen.
Teria sempre alguma palavra sábia a dizer,
que contaria a mim e a mais ninguém!
Não que fosse ele egoísta,ou quisesse algo esconder,
mas apenas em mim o animal confiaria.

Ao fitar seus olhos envolventes
eu de todo me entregaria,
numa cumplicidade sem igual,jamais vista anteriormente.
E a cada sílaba proferida,eu cada vez mais me orgulharia,
do cão meu tão singular,
que pelo resto da vida me amaria.

Ah se o meu cachorro soubesse falar,
se acabaria,enfim,a minha melancolia.
Ah,se ao menos um cão pudesse me amar.

( autor desconhecido)

O Ash foi tudo isto !!!






                                     



















8 comentários:

  1. Ah, meu querido amigo!
    Que coisa mais triste.
    Nem sei o que te falar.
    Conte comigo!
    Bjs.

    ResponderEliminar
  2. Afff Tony! Sei que deveríamos nos preparar pra quando é chegada essa hora, mas eu não consigo. Quando era adolescente tivemos o Kiko que morreu atropelado e quase eu junto. Tinha "jurado" que nunca mais teria outro cão. Há seis anos sucumbi diante de uma bolinha branca e fôfa dada à minha filhota. Max é um poodle que tem essa "avó"/mãe uma babona, pq de fato sou eu que fico com ele e cuido em tempo integral! E é tudo isso que vc escreveu: amigo, companheiro, enxugador de minhas lágrimas, como acabou de fazer agora. A cara do Ash é ótima...muito lindo! Fica bem na medida do possível e a única certeza é que a dor passa, mas a saudade é eterna.
    Beijuuss solidários n.a.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Regina, você é super, parece que te conheço desde sempre...
      Hoje estive mesmo down, sabes tive a sensação que nunca senti por ninguém a dor que me tomou,Deus me perdoe e os que já se foram também, mas o Ash me fez sucumbir e hoje estive desde as 10 da manhã em transe, não fiz mais nada e acabei dormindo toda a tarde...
      Parecia um puto ...
      amanhã o sol vai raiar e a vida continuar....
      beijo n.a.

      Eliminar
  3. Tô aqui online rsss. Qual é a diferença de fuso daqui pra aí? Tem msn? O meu é byre06@gmail.com (mesmo que meu email)É que gosto de conversar no msn mais que no face. Não consigo administrar muitas janelas rsrs De fato prefiro conversar é olhos nos olhos rsrs, mas não sendo possível e tendo um oceano gigantesco nos separando a gente arruma soluções, né? Afinidade é uma coisa que a gente não explica só sente. Posso assegurar que essa sensação de já nos conhecermos desde sempre é recíproca. Fiz alguns poucos e maravilhosos amigos através do blog e sempre com essa sensação (que é uma certeza!)de estávamos simplesmente nos Rê_encontrando! Então, vamo que vamo que "Amanhã
    Outro dia
    Lua sai
    Ventania abraça
    Uma nuvem que passa no ar
    Beija
    Brinca
    E deixa passar
    E no ar
    De outro dia
    Meu olhar

    Surgia nas pontas
    De estrelas perdidas no mar
    Pra chover de emoção
    Trovejar...
    Raio se libertou
    Clareou
    Muito mais
    Se encantou
    Pela cor lilás
    Prata na luz do amor
    Céu azul
    Eu quero ver
    O pôr do sol
    Lindo como ele só
    E gente pra ver
    E viajar
    No seu mar
    De raio." (Lilás/Djavan)
    Beijuuss n.a.

    ResponderEliminar
  4. Nossa... Vivi uma dor semelhante quando perdi meu siamês. Sei que os gatos não são tão companheiros feito os cães, mas ele era o meu gato, meu bebê e eu chorei muito quando me vi sem ele. Nunca mais quis outro bichano depois do meu André.

    Lamento muito. O Ash tinha a maior cara de cão bacana. Rrsrs.
    Fica bem.
    Beijo!

    ResponderEliminar
  5. Tive que mudar a url do divã. Conto com a compreensão e o carinho de todos vocês além da tal paciência, para que eu possa fazer todas as atualizações e lincá-los novamente.Não me abandonem e por favor atualizem meu novo endereço e me ajudem a avisar os amigos! Agora o endereço é www.divadaregina.blogspot.com Amo vocês de viverrr!!!
    Beijuuss n.a.

    ResponderEliminar
  6. Sooo sad :-( I hope you can overcome your loss... god bless you

    ResponderEliminar